Até burrice tem limite. Botafogo 0 x 1 Vasco – Brasileirão 2012

Esse ano já está no meio e os mesmos erros de anos anteriores voltaram, alias nunca foram embora, porém em 2012 estamos nos superando. Erros de planejamento, um time com oito meias e nenhum centroavante, nenhum. Três zagueiros para jogarem 38 jogos um primeiro volante e um técnico que contrata um atacante em não usa, improvisa um de nossos melhores meias no ataque.

Cansa, acho que até para sem incoerente e turrão tem limite. Não mudar o esquema por causa de um jogador, até entendo, mesmo porque o tal jogador, Loco Abreu esta(va) bem meia boca. Oswaldo esta se mostrando um técnico fraco, de apenas um esquema, um Joel menos folclórico e com vocação ofensiva. A culpa é dele e da diretoria, os jogadores pouco tem haver com isso. Um mandatário que não sabe planejar, não sabe ver o jogo, não ouve sua torcida e acha que a solução de tudo são factoides e o “marketing”. Dificil, muito difícil.

Ontem foi patético, perder pro Vasco já é uma coisa inimaginável, pelo menos para mim, e perder com gol de Alecsandro aos 41 do segundo tempo com passe de Juninho CAIDO, ai realmente fica bem complicado. Culpa em 100% do Antônio Carlos que se acha o Baresi da nova geração. Patético. Patético ele, o treinador que coloca o único atacante do elenco no final do jogo, sendo que o cidadão é “peixe” dele. Não entendo. Seedorf realmente será muito útil ao time, impressiona como ele joga fácil. O Renato bem que podia acordar para vida e se juntar ao Seedão.

Falam que o Botafogo está atrás do zagueiro Manoel e do atacante Zé Carlos, ambos da “segunda série” a B. Você tem um mês para contratar jogadores bons e negociar com ele, espera o prazo acabar para negociar com jogares de menor expressão e ainda assim pensa em “título”? Isso não pode ser sério. Se esses dois fecharem mesmo eu paro. Paro de escrever porque até para ser torcedor tem limite.

Como bem diz um amigo meu, “mais um ano jogado no lixo”. E é bem por ai mesmo, se em 4 anos você continua com os mesmos erros, o que você espera? Resultados diferentes? Acho que não. Mesmos erros igual a mesmos resultados. Eu entendo, você que está lendo entende, mas quem assina o planejamento (palavra amplamente ignorada em General Severiano) não entende.
Bom, agora é esperar e orar para ver se melhora, porque contratar agora é piada e de humor negro.

Francis Spike

twitter.com/fspike

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 0 BOTAFOGO
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 25/7/2012, às 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Marco Antônio Santos Pessanha (RJ)
Renda e público: R$ 489.125,00 / 17.778 pagantes
Cartões amarelos: Juninho, Nilton (VAS); Lucas Zen (BOT)
Gol: Alecsandro, 43’/2ºT (1-0)
VASCO: Fernando Prass; Auremir, Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho e Carlos Alberto (Felipe, 25’/2ºT); Eder Luis (William Barbio, 30’/2ºT) e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.
BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Lucas Zen (Jadson, intervalo), Renato, Vitor Júnior, Seedorf (Fellype Gabriel, 30’/2ºT) e Andrezinho; Elkeson (Rafael Marques, 40’/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s