Sinceramente, não tem como entender o Botafogo. Internacional 1 x 2 Botafogo – Brasileirão – 16 06 2012

Afirmei que hoje tomaríamos uma sonora goleada, afinal o Internacional tinha Damião, Dagoberto, D´Alessandro e Oscar e nós tínhamos Andrezinho, Fellype Gabriel, Herrera e Vitor Jr. A diferença na teoria seria gritante, mas na verdade não foi isso que aconteceu. O Internacional incrivelmente jogou como time minúsculo, não atacou, não marcou e deu a sorte de ter um juiz jogando a favor. Mesmo com seu Paulo Cesar de Oliveira vestindo a camisa colorada, não foi o suficiente para atrapalhar o incompreensível Botafogo. Um time que sem ataque, jogou muito bem, e se tivesse um homem de área minimamente qualificado, sairíamos hoje com uma goleada histórica. Elkesson, Maicossuel e Loco Abreu não fizeram a mínima falta. Loco deixa o time mais lento, mas é claro que para compor o elenco ele será bastante útil.

O Internacional precisa se lembrar de uma coisa, um time de futebol se faz com 11 jogadores e não com 4. O Glorioso hoje foi a prova disso, 11 jogadores, comprometidos, afim de jogo, e logico, pra variar, se desconcentraram no primeiro gol do Inter. Mas na volta do intervalo, a calma e a tranquilidade imperou, e deu certo. Com calma, objetividade, Andrezinho fez o primeiro, num chutaço de fora da área. Já o segundo gol saiu de um escanteio que demorou um tempo para ser cobrado, porque a bandeirinha do corner simplesmente não deixava, quando ela deixou, Andrezinho cobrou e gol do Fellype Gabriel.

Depois da virada, o Botafogo não se desesperou, soube prender a bola e dominou o jogo com uma certa tranquilidade, até os 47 minutos do segundo tempo, quando o possante Brinner fez uma falta em Damião muito perto da área alvinegra. Na cobrança Nei mandou para fora. Quase o Botafogo da uma de botafogo dos últimos jogos, ainda não aprendeu a ficar tranquilo, mas mesmo assim esta melhorando, amadurecendo e seguindo em frente. Como falaram uns amigos, “o esporro deu certo”. Não sei, mas hoje o time estava bem comprometido, e o Lennon pode ser uma bela solução para lateral, e olha que hoje ele jogou “invertido” na esquerda.

Fiquei feliz com a vitória, acho que com concentração esse time pode chegar mais longe, mas precisamos de reforços, atacantes, zagueiros, volantes e laterais. Mas estamos bem, porém podemos melhorar, e muito.

Francis Spike
twitter.com/fspike

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 x 2 BOTAFOGO

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data/hora: 16/6/2012, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Herman Brunel Vani (SP)
Renda e público: 15.116 pessoas
Cartões amarelos: Vitor Júnior, Fábio Ferreira, Lucas (BOT), Guiñazú, Índio, Nei (INT)
Cartões vermelhos:
Gols: Dagoberto 30’/1º T (1-0), Andrezinho 11’/2ºT (1-1), Fellype Gabriel 26’/2ºT (1-2)
INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Dalton, Índio e Fabrício (Jajá, 30’2/T); Sandro Silva, Guiñazú, Oscar e D’Alessandro; Dagoberto e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.

BOTAFOGO: Jefferson; Lucas, Brinner, Fábio Ferreira e Lennon; Lucas Zen, Renato, Vitor Júnior (Gabriel), Andrezinho (Dória) e Fellype Gabriel (Maicosuel, 39′ 2º/T) ; Herrera. Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s