4 comentários sobre “Luciano do Vale Descasca na Band

  1. O luciano estar certo, para desenvolver uma atividade profissional que exige uma determinada competência “jornalismo” , deve ser repeitado o conhecimento acadêmico como fonte de recuros necessários para difundir as informações necessárias aos ouvintes. A profissão de locutor deve ser imparcial, não tendenciosa ao seu prórpio time ou time de sua cidade. infelizmente ÁQUELES que agregram o poder da informação estão obrigando ouvintes a aceitar as suas próprios convicções emocionais arrolado ao um entretemimento de âmbito nacional. Edson Cruz Belém-PA

  2. Caro JORNALISTA DIPLOMADO LUCIANO DO VALE,
    Muito se tem discutido sobre a obrigatoriedade do diploma para o exercício da profissão de jornalista, instituída pelo decreto-lei nº 972/69,”diga-se de passagem, NADA DEMOCRATICO”, estaria em vigor após a Constituição de 1988.
    A citada lei, concebida sob o regime militar, no mesmo ano em que veio a lume o tristemente célebre AI-5 e, por isso mesmo, interpretada por alguns como ranço autoritário, posto a serviço do maior poder de restrição e controle sobre a liberdade de imprensa e, quiçá, da população jornalística do País, a previsão até hoje enseja dúvidas e gera discussões sobre sua eficácia e utilidade.
    Vale lembrar “Senhor Jornalista Diplomado”, que países como os Estados Unidos, Japão e França, entre outros, não exigem o diploma específico e, no entanto, ao que se sabe, mantém cursos de jornalismo altamente qualificados e muito concorridos.

    Talvez ilustríssimo Sr. Vale, quando feito a sua faculdade de Jornalismo, deve ter realizado alguns “trabalhos” de notórios “Jornalistas da nossa história, passada e atual”, e com certeza deve lembrar de VARIOS Jornalistas com “J” maiúsculo que nunca fizeram faculdade, mas são referencias nas matérias desta modalidade que na minha modesta opinião é algo que poderia ter sim alguns cursos “como em países do primeiro mundo”, mas não a obrigatoriedade de diploma como no Brasil.
    Lamento que exista “pessoas” com este pensamento, mas de qualquer forma, RESPEITO a sua posição, afinal vivemos numa democracia, apesar de que esta obrigatoriedade vem de algo que nós “brasileiros”, abominamos que foi a Ditadura Militar e seus DECRETOS leis.
    A PIOR COISA DO BRASIL não são os políticos, mas a HIPOCRISIA GERAL.

    PS: Caro Sr. Luciano do Vale, eu não sou jornalista, não tive a oportunidade “$$$” para pagar a “Faculdade de Jornalismo”, no entanto, ajudei a muitos “coleguinhas da sua classe, Diplomados”, a realizarem seus trabalhos de faculdade para tirarem seus “Diplomas”.
    Alguns trabalham até na BAND.
    Marco Antonio Borges
    A PIOR COISA DO BRASIL não são os párias dos políticos, mas a HIPOCRISIA GERAL.

  3. É verdade! Mais os jornalistas que discutam os seus problemas e tomara que essa baderna acabe! Só para efeito de discussão: O “técnico” da seleção brasileira de futebol o DUNGA, também não tem formação em educação física, uma exigência da lei 9696/98 e no entanto ele está aí para o mundo todo ver um descumprimento de um lei federal!!! Isso é exercício ilegal da profissão.É crime!!!
    Mais…….estamos no Brasil!!!!!!!!!

  4. luciano sou seu fã de carteirinha,mais por favor diz essa para o Neto miha esposa quem falou!!!!Ela disse quando o Neto falou para que o time do Brasil paraçe de fazer ligação direta¨ëles não podem fazer ligação direta porque a chave é codificada¨è mole?Um super abraço do amigo de sempre sergio porto RJ.Vamos ganhar essa copa com sua Narração Luciano o Melhor do mundo!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.