Perseguição da PF resulta em apreensão de 164 kg de maconha

Depois de uma perseguição cinematográfica, com direito a capotamento de um veículo na Avenida Paralela, a Polícia Federal conseguiu prender nesta quinta-feira três pessoas em flagrante por tráfico de drogas. Cento e sessenta e quatro quilos de maconha estavam embalados em sacas com nome de uma panificadora, no fundo de uma caminhonete, e seriam repassados dentro do estacionamento de um grande supermercado. Os traficantes estão presos na Superintendência da PF, em Água de Meninos, e faziam parte de um esquema de receptação de drogas que vinham de Petrolina, em Pernambuco, para serem comercializadas em diversos pontos de Salvador.

A perseguição começou por volta das 14 horas, na Avenida Paralela, e resultou no capotamento de um dos carros envolvidos no esquema, após tentativa de fuga no momento da chegada dos agentes federais no local da transação: o estacionamento coberto do Extra Paralela.

Segundo o delegado federal Fernando Berbert, chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF, o receptador da mercadoria, Walter Menezes, foi preso no ano passado com 180 kg de maconha, na Praia de Stella Mares, contudo, foi solto para responder ao processo em liberdade.

Investigação – “Nós tínhamos duas linhas de investigação: uma indicava que o Walter estava receptando drogas mais uma vez e uma outra, da Delegacia de Petrolina, que uma pessoa desempregada, sem renda, havia alugado recentemente um carro L200, cuja diária é de R$ 400”, informou.

A PF passou a monitorar a movimentação do carro, do motorista que o alugou e de Walter. Nesta quinta, estes três elementos se juntaram na investigação. A caminhonete, carregada com a erva e com placa de Petrolina, chegou pela BR-324 e seguiu para o supermercado na Paralela.

Foi lá que os agentes federais deram voz de prisão aos três envolvidos no esquema. Além de Walter Menezes, Rodrigo Santos da Silva, que o acompanhava num veículo Fiesta preto, e Devilson Afrígio Coelho, que dirigia a caminhonete L200 carregada com a droga. Devilson foi preso no local, mas os outros dois fugiram no Fiesta em direção à Paralela. Apesar das marcas de bala no veículo, o delegado não confirmou se houve tiros.

Logo na saída do supermercado, o Fiesta preto reduziu a velocidade e Walter desceu do carro. “É uma tática que eles usam para tentar despistar: um desce e o outro continua dirigindo”. Mas a tática não funcionou. Walter foi pego e, ferido, ainda foi levado ao Hospital Geral do Estado, sendo liberado em seguida. A perseguição ao veículo continuou até o retorno em frente ao Bairro da Paz, quando Rodrigo, o único que ainda não havia sido preso, perdeu o controle da direção e capotou. Rodrigo não se feriu. De lá, os três foram encaminhados para a Superintendência da PF.

Cidade Nova – Policiais da Delegacia de Furtos e Roubos prenderam na tarde desta quinta duas mulheres com cerca de 10 kg de maconha e farta munição de uso restrito da polícia. Os agentes faziam buscas na região de Cidade Nova para tentar recapturar fugitivos. Daniele Pedreira, 22 anos, e Érica Bispo, de 24, foram autuadas em flagrante e vão responder por tráfico de drogas e porte de munição restrita.

Nesta quinta, ainda, policiais da 10ª CP (Delegacia de Pau da Lima) prenderam Ana Maria Ferreira, 55 anos, conhecida como a “vovó do tráfico”. A polícia chegou à casa da “vovó” através de denúncias e encontrou 43 trouxinhas de maconha e 1,3 kg da droga.

(by Atarde)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.