Mas só o Botafogo mesmo. Coritiba 2 x 3 Botafogo – campeonato Brasileiro de 2012


Ser otimista em se tratando de Botafogo, é uma tarefa inglória. Confesso, que até no bolão que eu participo apostei no Coxa. Por vários motivos, porque o time do Botafogo normalmente toma um sacode lá, o time deles está numa melhor fase, não perdia em casa há vinte oito jogos e estava completo. Fora isso, além de termos alguns (vários) desfalques, houve a estreia do zagueiro Dória, uma promessa da base alvinegra com apenas 17 anos. Munido dessas informações, vamos para o jogo. Com exatos trinta segundos de peleja, 1×0 Coritiba com gol de Lincoln, depois de uma falha de nosso volante e contando com um pequeno desvio no Dória.

Bom, depois disso, era de se esperar uma sonora goleada, estreante de cabeça cheia, time perdendo com trinta segundos de jogo, cheio de reservas garotos…o cenário era dos piores. Porém, incrivelmente o Botafogo mostrou uma raça, uma disposição e um bom futebol que deu gosto. Marcando em cima, com o apoio de todos os jogadores o Botafogo conseguiu virar o jogo. É bem verdade que no inicio do segundo tempo, deu aquele sono da tarde e o Coxa empatou. Bom, 2×2 na casa do adversário, até que não estava ruim. Mas se você pode ganhar, para que empatar? E essa “máxima” foi seguida a risca. Aos 38 do segundo Vitor Jr. juntamente com Elkesson, Herrera e Lucas fizeram uma linda jogada, onde acabou com o gol da vitória, feito por Lucas.

Lucas que por sinal fez a melhor partida dele no ano, com disposição, atenção e claro um pouco de sorte. O time foi bem, não sentiu a falta dos desfalques (Marcelo Mattos, Loco e Andrezinho), mas não podemos nos dar o luxo de jogar com um zagueiro júnior. É verdade que ele não comprometeu (até porque ganhamos) mas…é bom Antônio Carlos voltar logo. Fabio Ferreira, sinceramente dispenso.

Para o restante do campeonato, não espero mais nada, já que a minha lógica alvinegra esta completamente deturpada. Assistir ao Botafogo sem expectativas, sejam elas positivas ou negativas, é o melhor a se fazer, pelo menos você não se irrita e sua semana é mais feliz.

Francis Spike
twitter.com/fspike

FICHA TÉCNICA
CORITIBA X BOTAFOGO
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data/hora: 27/05/2012, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho van Gasse (Fifa/SP) e João Nobre Chaves (Fifa/SP)
Renda/Público: R$ 203.835/14.369 pagantes
Cartões Amarelos: Jadson, Dória, Márcio Azevedo, Lucas Zen, Lucas (BOT); Jonas (CTB)
GOLS: Lincoln 32″/1ºT (1-0), Lucas 20’/1ºT (1-1), Vitor Júnior 25’/1ºT (1-2), Lucas Mendes 4’/2°T (2-2), Lucas 40’/2ºT (2-3)
CORITIBA: Vanderlei; Jonas (Aírton – Intervalo), Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Junior Urso, Sergio Manoel (Anderson Aquino – 25’/2ºT), Lincoln (Vinícius – 35’/2ºT) e Éverton Ribeiro; Roberto e Éverton Costa. Técnico: Marcelo Oliveira
BOTAFOGO: Renan; Lucas, Brinner, Dória e Márcio Azevedo; Jadson (Lucas Zen – Intervalo), Renato, Maicosuel (Elkeson – 25’/2ºT), Vitor Júnior e Fellype Gabriel (Cidinho – 35’/2ºT); Herrera. Técnico: Oswaldo de Oliveira

O bolso pune. #Botafogo

“Há pouco mais de um mês, o Botafogo publicou seu balanço de 2011 – e os números chamaram atenção. A dívida deu um salto enorme: pulou de R$ 378 milhões, em 2010, para R$ 563 milhões. Para um clube que faturou R$ 56 milhões no ano, os números são assustadores. Ainda assim, o ambiente no Botafogo é de resignado otimismo, mesmo com um estudo divulgado pela empresa de auditoria e consultoria BDO que o coloca como detentor do maior buraco entre os 20 maiores clubes do Brasil.” (globoesporte.com)

Existem coisas que só acontecem ao Botafogo mesmo, impressionante. A dualidade é a lei máxima do nosso universo, logo, não há ação boa que la na frente não reverta em algo ruim, é a lei do equilíbrio, não tem como mudar. Enfim, partindo desse princípio, o que o nosso mandatário mor fez, não foi de todo ruim, mas foi ruim. Mesmo se tendo uma “boa” gestão financeira, os relatórios negativos não são totalmente publicados ou certamente os dados reais são “mascarados” para que a imagem do patrimônio gerido não seja afetado. O Facebook fez isso, e é óbvio que seus acionistas não gostaram e vão tomar as medidas cabíveis, mas isso não atrapalhou a valorização da empresa (mesmo que irreal) na sua abertura de capital. Bom, aqui se trata de finanças e imagem. A imagem foi afetada, mas depois dos dados financeiros serem “divulgados” aos acionistas.

No caso do Glorioso, o mandatário mor, “deu mole”. É certo que você deve trabalhar com dados reais, é certo que você deve prestar contas  a quem é de direito e é certo assumir que tem contas a pagar. Mas e a imagem do clube? “Como faz?”

Claro que boa parte dessa dívida é trabalhista feita por administrações anteriores, mas não justifica nada, o fato é que devemos e temos que pagar. Agora, com essa divulgação, esse ato de honestidade, bravura e correção, é claro que pagaremos a conta de algum mondo. E 3 dias somos o clube de pior gestão financeira do pais, será mesmo que devemos mais do que Fluminense, Flamengo, Atlético Mineiro, Corinthians e Vasco? Acho que não. Mas como eles não lançam todos os dados “corrigidos” a dias atuais, da a “impressão” que devem menos ou que não devem nada. Fato é que para a imagem desses clubes essas dividas não atrapalham em suas contratações.

No nosso caso, parece que ira atrapalhar. O raciocínio é burro, mas é logico: “se um clube deve meio BIlhao, como é que ele vai me pagar?”
Não dá para exigir um raciocínio mais amplo do que esse para um jogador de futebol, porém ele tem até razão em pensar assim.

Fato é que depois dessa informação, se tornara muito mais difícil uma busca por novas receitas, novos jogadores e por uma gestão diferenciada. Respeito nosso mandatário mor e todos os envolvidos nas questões financeiras do clube, mas não sei até que ponto essa “atualização” das dividas do Botafogo foi bom para se saber qual o real valor devido, até porque esse valor é no mínimo, impagável, nos dois sentidos.

 

Francis Spike
twitter.com/fspike